D-Flex 

Equipa de coordenação do projeto

RESUMO DO PROJETO

Desenvolver a flexibilidade para o sucesso (D-Flex) é uma abordagem pedagógica completamente nova, necessária para reforçar a dimensão europeia da educação. Líderes empresariais afirmam que a ênfase excessiva em avaliação durante o ensino obrigatório privou os alunos da chance de desenvolver as habilidades necessárias para enfrentar os desafios globais. A globalização e o desenvolvimento contínuo de novas tecnologias obrigam os europeus a adaptarem-se constantemente às novas condições. A economia global é dura para os trabalhadores diligentes e confiáveis ​​de ontem que buscam uma carreira de longo prazo com segurança no emprego. O futuro pertence a uma geração de pessoas engenhosas, ambiciosas e adaptáveis, que revelam iniciativa. No entanto, competências e orientação são necessárias para ajudar os alunos a desenvolverem as habilidades necessárias para que hoje sejam preparados para o futuro. Um bom começo seria mudar a maneira pela qual as escolas preparam os jovens para a vida adulta. Além de desenvolver habilidades básicas e transversais, como a capacidade de aprender e a iniciativa, as pessoas vão lidar com as diversas e imprevisíveis carreiras da atualidade. A abordagem pedagógica canalizada para aluno deve centrar-se na melhoria e atualização dos métodos de ensino-aprendizagem, com especial atenção à transformação digital e ao multilinguismo. A sala de aula de hoje ainda é um ambiente artificial para aprender, a participação em projetos de parceria com escolas de diferentes países dará aos estudantes e professores uma rara oportunidade de colocar seus conhecimentos e habilidades em prática em diferentes situações, aumentando assim sua motivação para a partilha.  

O D-Flex é um projecto que visa promover a colaboração e partilha de diferentes estratégias práticas de ensino / aprendizagem entre profissionais de diversas áreas, reforçar a  competência linguística dos participantes, conhecer colegas de diversas culturas em toda a Europa para estabelecimento de parcerias. Na era da migração económica generalizada, onde a noção de fronteiras desaparece, dissipar mitos, destruir estereótipos e preconceitos parece ser uma prioridade europeia, porque as pessoas conscientes da diversidade cultural tornam-se mais tolerantes e tendem a discriminar menos. Assim, a parceria no projeto pode levar a uma melhor compreensão e cooperação entre os cidadãos europeus de amanhã. A Europa e a vida escolar estão se movendo rapidamente. Que tipo de escolas queremos para o futuro? Como apoiamos o aprendizado e motivamos nossos filhos melhor? Qual é o papel das TIC nas salas de aula modernas? Como podemos efetivamente usar diferenciação pedagógica na sala de aula? Todas estas questões serão melhor respondidas se forem discutidas com pares, estudantes e pais de diferentes áreas da Europa.

SELEÇÃO DOS PARTICIPANTES

Os candidatos foram selecionados  de acordo com o alcance da sua actuação, abertura à inovação, o seu dinamismo e a sua disponibilidade, tanto para a frequência da ação como para a posterior disseminação do conhecimento e, ainda  do grau de conhecimento das necessidades e da realidade escolar, tratando-se de elementos com cargos de coordenação e participantes em órgão de gestão e administração.

Aldina Saraiva

Professora de inglês com experiência em projetos europeus, sendo a responsável pela coordenação de projetos nacionais e internacionais, organização de simpósios, workshops e estabelecimento de contatos com a mídia. Possuim experiência em projetos Erasmus + e mobilidade Erasmus +. Em 2017 e foi responsável pela realização de um KA2 voltado para crianças com deficiências mentais. Seu nível de inglês é excelente, o que facilitará os preparativos práticos, como administração e preparação para viagens.

Joaquim Almeida

 

Professor de Física e Química e diretor adjunto. É orientador de alunos em vários projetos científicos nacionais e internacionais, premiados. Participou com estudantes em vários projectos de ciência, em colaboração com instituições locais e com a Universidade de Aveiro, em Portugal, e cooperou no intercâmbio de programas no exterior. Ao longo dos anos em que esteve na AEOB, implementou abordagens de ensino motivadoras, aumentando assim participação do agrupamento em feiras e eventos de ciências.

Carla Frias

Professora de Educação Visual, Educação Tecnológica e Expressão Artística estabelece parcerias com órgãos locais e mobiliza encarregados de educação para construção e execução de projectos. 

Fátima Pires

 Professora de Física e Química no ensino Secundário que utiliza ferramentas e metodologias relacionadas com as tecnologias de informação e comunicação em sala de aula,  plataformas que fomentam Inquiry Based Education - Go-Lab, e-Twinning.

The D-Flex project has been funded with support from the European Commission. This platform reflects the views only of the author and the Commission cannot be held responsible for any use which might be made of the information contained herein.

© 2023 por Consultoria de sucesso. Orgulhosamente criado com Wix.com

  • Wix Facebook page
  • Twitter Classic
  • Google Classic
This site was designed with the
.com
website builder. Create your website today.
Start Now